reajuste-tarifaA Diretoria da ANEEL aprovou no dia 19 de julho, durante Reunião Pública, os reajustes tarifários de quatro distribuidoras do Rio Grande do Sul e entre elas, a Hidroelétrica Panambi S.A (Hidropan). Os novos percentuais entram em vigor no dia 22/7/2016.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição, por sua vez, são atualizados com base no IGP-M.

Os 17,8 mil clientes do município de Panambi e Condor atendidos pela Hidroelétrica Panambi (Hidropan) terão redução média de -13,77% para consumidores alta tensão (indústrias). Já os consumidores baixa tensão a redução média será de -7,89%. Para os consumidores residenciais B1 a redução na tarifa será de -10,59%.

A diferença entre os níveis de tensão ocorre porque os componentes tarifários (energia, transporte, encargos) têm pesos diferentes para os clientes nas tensões de atendimento e modalidades.

O efeito médio da alta tensão refere-se à classe A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Share This

Compartilhe

Compartilhe este post com seus amigos!